sábado, 23 de julho de 2011

Tempo de Malhadas-10 Agosto 1989

Mais uma preciosidade!!!!
Será das últimas daquele tempo que por este tempo vinha a malhadeira para malhar o pão. Lembram-se das grandes medas que se faziam por aí... na capela, na eira do tio Domingos da Júlia, do tio Manuel Pinho, lá em cima na eira junto à casa tio Augusto Caco entre outras. Eram medas redondas que mais pareciam encostas de palha a embelezar os eirados. Neste periodo aproximava-se o pessoal, todos para ajudar: na meda a lançar os molhos,  na malhadeira a cortar e chegar os molhos, a guiar a palha para a degranha, outros a carregar a palha e, os donos, esses como se fizesse parte do ritual, junto à maquina a controlar o cereal precioso que caía nos sacos cuidadosamente escolhidos para o acontecimento. Nada podia falhar. A máquina não esperava, o tempo era precioso e o processo tinha que ser bem encarrilhados por todos quantos apereciam. Malhadas atrás de malhadas o dia inteiro. Pairecia o  espirito de entre ajuda! Mas no final, vinha a recompensa. De quando em vez uma bela merendola! Na sombra mais próxima estendia-se a toalha no chão e espalhavam o pão centeio ou a bola de carne, o presunto, sardinhas fritas ou atum de conserva, bacalhau desfiado com cebola, omeletes de linguiça ou cebola, umas azeitonas, sem faltar o vinho e a laranjada para a pequenada...!




video

*este video foi gentilmente cedido por Joaquim Barreira Machado

6 comentários:

  1. a prosa é preciosa, de facto,mas o vídeo não abre. ou é falta de jeito?
    quem escreveu?
    maria luisa bonvalot condeço

    ResponderEliminar
  2. era mesmo falta de jeito! sempre abri o vídeo e gostei1
    quando eu era muito pequena as malhadas faziam-se com malhos e com a força dos braços...
    a prima Joaquina não deixava as filhas (e a mim não proíbia mas fazia-me a cabeça em água) andarem com mangas de cava - suponho que os mais novos nem sabem já o que isto significa - e claro, não havia vídeos...
    Agosto de que ano?
    maria luisa bonvalot condeço

    ResponderEliminar
  3. O video nao esta trabalhando, gostaria de relembrar esses belos tempos.JC

    ResponderEliminar
  4. Pois imagino o denodo à época! As mangas de cava permitiam mostrar os bracinhos. paulodacunha

    ResponderEliminar
  5. que bom poder relembrar o Mário - França

    ResponderEliminar